Cultura e Turismo Famalicão é o epicentro das comemorações dos 400 anos do nascimento de Molière em PortugalEconomia Feira de roupa em segunda mão anima a PraçaMobilidade O Voltas está de volta!Cultura e Turismo Palácio da Igreja Velha torna-se Imóvel de Interesse MunicipalReabilitação Urbana Câmara promove sessão de esclarecimento sobre concessão de espaços na Estação RodoviáriaEducação Biblioteca de Famalicão vence prémio nacional de Boas Práticas em Bibliotecas Públicas MunicipaisCâmara O nó do acesso à A7 de Vermoim/Seide está prestes a ser desatadoCultura e Turismo Famalicão recua seis mil anos na história para refletir sobre o futuro da paisagem do territórioCâmara Reunião do Executivo Municipal esta quinta-feira, dia 13 de janeiroSaúde Disponibilizado acesso ao Centro de Saúde de Famalicão para transporte de utentes de mobilidade reduzidaAmbiente Perturbações na Recolha de Resíduos Sólidos UrbanosCâmara Famalicão vai crescer para NorteCultura e Turismo A Casa das Artes em JaneiroCultura e Turismo Programar em Rede com candidaturas abertasCultura e Turismo Álvaro Costa é o novo Chef residente da Cozinha experimental da PraçaEducação Candidaturas abertas para o Prémio de História Alberto SampaioMobilidade Transporte público rodoviário de Famalicão mantém-se com mesmos percursos, horários e tarifas em 2022Câmara Primeiro Boletim Municipal do mandato no arranque do novo anoSolidariedade Famalicenses oferecem solidariedade para que “seja Natal todos os dias”
O SEU LUGAR

Visitantes / Experiências
Animação Turística e Eventos

Vaudeville Rendez-Vous

O Vaudeville Rendez-Vous é um festival internacional de artes performativas com características únicas, dedicado exclusivamente ao universo do teatro físico, circo e cabaret. Organizado pelo Teatro da Didascália, em parceria com os Município de Vila Nova de Famalicão, onde nasceu, em 2014, Braga, Barcelos e Guimarães, invade ruas e praças da cidade com espetáculos de grande e pequeno formato.

Não é ilusionismo nem um truque de malabarismo. É o resultado de um trabalho profundo que o Teatro da Didascália tem desenvolvido, colocando esta grande malha urbana da região minhota a pensar de forma conjunta no circo contemporâneo. É um Festival que se fixa numa região composta por cidades com percursos culturais tão distintos, que abraça essa diversidade e a coloca a falar a uma só voz quando falamos de circo. É um Festival que acontece num contexto regional tão rico artisticamente, através dos seus agentes, equipamentos, património e eventos culturais, que se pode afirmar como o segundo polo cultural do país logo a seguir à capital. É um Festival que pelo contexto privilegiado em que se inscreve, não pode ficar alheio à construção de um programa artístico que esteja à altura dos elevados padrões de excelência sedimentados numa região cada vez mais cosmopolita.

Realiza-se anualmente, em Julho, nas quatro cidades (Vila Nova de Famalicão, Braga, Barcelos, Guimarães).