Famalicão com porta de entrada na Ilha do PríncipeAção Social Centro Social de Brufe comemora Semana T 2020 Queima do Galheiro de Fradelos é atração turística do Minho Famalicão quer reforçar adesão dos munícipes à fatura eletrónica Famalicão revela o talento do teatro amador Desfile infantil dá o pontapé de saída para a folia do Carnaval Dune Bleue lança meia a partir de plásticos recolhidos no mar Biblioteca Camilo Castelo Branco acolheu Concurso Nacional de Leitura Obras nas piscinas de Oliveira São Mateus melhoram eficiência energéticaAmbiente Adesão à Fatura Eletrónica Famalicão duplica pontos de carregamento de carros elétricos Cozido à Portuguesa abre o apetite para a noite de CarnavalCultura e Turismo Acesso Cultura lança debate sobre a municipalização da culturaCultura e Turismo Rui Zink apresenta último livro em Famalicão Transporte gratuito para a noite de Carnaval de FamalicãoCultura e Turismo O mês de fevereiro na Casa das Artes Município descentraliza serviços de fiscalizaçãoCultura e Turismo O mês de fevereiro no Parque da Devesa Devesa quer melhorar qualidade Carnaval que apaixona Fauna promove concursos ao programa de residências artísticas “Programar em Rede” com candidaturas abertas Museu Bernardino Machado lança novo ciclo de conferências Exposição “6 Mil - das origens a Famalicão” prolongada até 1 de março Prémio de História Alberto Sampaio com candidaturas abertas Rede de Museus de Famalicão define missão e abraça novos desafios Câmara vai monitorizar a qualidade do ar Serralves mostra Ângelo de Sousa a partir da Casa das Artes
O SEU LUGAR

Território Fértil

Localizado bem no coração do Minho, Vila Nova de Famalicão beneficia da beleza de uma paisagem verdejante, marcada por montes e vales. Nascido para a história em 1205, com atribuição do foral pelo rei D. Sancho I, o concelho famalicense é, atualmente, um importante polo cultural, industrial, comercial e agro-pecuário.

É um dos concelhos mais empreendedores do país. O dinamismo da sua juventude, a eficiência e diversidade da sua mão-de-obra, a qualidade de vida e o crescimento sustentado fazem de Famalicão um concelho com futuro.

Com empresas que são referência nacional e internacional nos sectores do têxtil, do calçado, da alimentação, das obras públicas e da produção de pneus, Famalicão é, sem dúvida, um concelho com marca!

Terra da cultura e do conhecimento é também a terra do grande romancista Camilo Castelo Branco. Mas Famalicão é uma cidade do presente e, sobretudo, do futuro, destacando-se pelo dinamismo da sua política cultural, nomeadamente através da programação contemporânea da Casa das Artes.

Bom para viver, bom para investir, o município tem como cartão-de-visita o Parque verde da Devesa, considerado o “pulmão” da região Norte. São 23 hectares de espaço verde, cruzado por um rio agora despoluído, um lago e vários equipamentos culturais.

A identidade famalicense é reforçada pelas suas tradições, que fazem de Famalicão um concelho genuíno e atrativo, sendo a gastronomia (com os seus rojões à moda do Minho, o arroz de pica no chão e o cabrito assado no forno), o artesanato (onde se destaca as artes da cestaria, olaria e talha) e o património histórico os principais produtos turísticos. Todo este espólio cultural reflete-se nos inúmeros museus e espaços culturais que se espalham pelo município.

Por tudo isto, e muito mais Famalicão é, sem dúvida, um destino obrigatório seja para visitar, para investir ou para viver!