Cultura e Turismo Famalicão é o epicentro das comemorações dos 400 anos do nascimento de Molière em PortugalEconomia Feira de roupa em segunda mão anima a PraçaMobilidade O Voltas está de volta!Cultura e Turismo Palácio da Igreja Velha torna-se Imóvel de Interesse MunicipalReabilitação Urbana Câmara promove sessão de esclarecimento sobre concessão de espaços na Estação RodoviáriaEducação Biblioteca de Famalicão vence prémio nacional de Boas Práticas em Bibliotecas Públicas MunicipaisCâmara O nó do acesso à A7 de Vermoim/Seide está prestes a ser desatadoCultura e Turismo Famalicão recua seis mil anos na história para refletir sobre o futuro da paisagem do territórioCâmara Reunião do Executivo Municipal esta quinta-feira, dia 13 de janeiroSaúde Disponibilizado acesso ao Centro de Saúde de Famalicão para transporte de utentes de mobilidade reduzidaAmbiente Perturbações na Recolha de Resíduos Sólidos UrbanosCâmara Famalicão vai crescer para NorteCultura e Turismo A Casa das Artes em JaneiroCultura e Turismo Programar em Rede com candidaturas abertasCultura e Turismo Álvaro Costa é o novo Chef residente da Cozinha experimental da PraçaEducação Candidaturas abertas para o Prémio de História Alberto SampaioMobilidade Transporte público rodoviário de Famalicão mantém-se com mesmos percursos, horários e tarifas em 2022Câmara Primeiro Boletim Municipal do mandato no arranque do novo anoSolidariedade Famalicenses oferecem solidariedade para que “seja Natal todos os dias”
O SEU LUGAR

Residentes / Mobilidade
Rede Urbana Pedonal e Ciclável

Pedal, caminhe, desfrute!


Imagine-se a percorrer a paisagem verdejante do litoral Minho, alternando a paisagem dos campos de cultivo, com zonas florestais e com a margem ribeirinha do Rio Este. Quem teve o prazer de viajar de comboio na antiga linha férrea Famalicão-Póvoa, encerrada em 1995, terá bem presente o colorido dos cereais, o coaxar das rãs, o mugir das vacas, os relinchos dos cavalos, e a ondulação do arvoredo ao vento, normalmente crescente à medida que a cidade balnear da Póvoa de Varzim se aproxima. São prazeres para os sentidos que estão de volta e que podem ser apreciados como nunca. O antigo canal ferroviário foi transformado numa via ciclo-pedonal que é um deleite para os sentidos. Percorrê-la, a pé ou de bicicleta, é embarcar numa viagem com proveito garantido.

Na continuação da Via Ciclo-Pedonal, uma rede urbana pedonal e ciclável convida a percorrer e a conhecer a cidade, passando pelo parque 1º de Maio, os Paços do Concelho, o Museu Bernardino Machado, a Praça Dª Maria e o Centro Português do Surrealismo, e concluir no Parque da Devesa, com cerca de 27 hectares de verde para desfrutar, atravessado pelo rio Pelhe, a Praça - Mercado Municipal, restaurantes e esplanadas complementam o pulsar desta cidade coração de um concelho industrial.

DESENVOLVIMENTO:
+ Qualidade de Vida
A redução da presença automóvel e a sua velocidade é um elemento chave para a qualidade de vida de todos. O ar fica mais puro e diminui-se a poluição sonora.
Andar a pé e de bicicleta é recomendado como modo de transporte para as distâncias curtas, podendo ser complementadas com as viagens de automóveis (carros individuais ou autocarros públicos).

+ Saúde
Andar a pé e de bicicleta tem impactos positivos na saúde e no bem-estar físico e mental.
Caminhar reduz os riscos relacionados com o sedentarismo, como a obesidade e a diabetes. Aumenta a capacidade respiratória e tonifica os músculos.

+ Convívio Social
+ Poupanças

Andar a pé e de bicicleta reduz as despesas de transporte (deslocação e manutenção), convida ao convívio social e à interação e reduza o stress, próprio dos congestionamentos.

+Segurança
A via tem uma faixa dedicada para quem se desloca a pé e uma faixa para quem se desloca de bicicleta, aumentando a segurança dos seus utilizadores.

Caraterísticas/regras de circulação:
- Pavimento regular (betuminoso) e com declives suaves;
- Disponível para utilização durante todo o ano;
- Acessível a pessoas com mobilidade reduzida;
- Interdita ao uso de veículos a motor (motociclos, carros, tratores);
- Permitidas bicicletas elétricas.
- Velocidade máxima de 20 km/h;
- Cruzamentos com a estradas devidamente sinalizados;
- Cruzamentos com a rede viária principal (EN 204 e ER206) com colocação de semáforos;

Recomendações/Segurança:
- Utilize sempre a faixa dedicada (para andar a pé ou de bicicleta);
- Quando estiver em grupo, não ocupe toda a faixa dedicada;
- Circule sempre que possível do lado direito da sua faixa dedicada;
- Ao andar de bicicleta, use capacete e esteja sinalizado;
- Respeite a distância de segurança da bicicleta da frente e dar indicação quando ultrapassar;
- Use elementos refletores para ficar mais visível à noite;

CONFORTO:
- A via constitui um parque verde linear, com várias novas árvores plantadas;
- Existem pontos de descanso e de observação;
- “Mantenha o espaço limpo e proteja a natureza” …não destrua a vegetação.

Documentos

Documentos disponíveis para download em formato PDF.

Data Documentos Tamanho Download
17/05/2021 Desdobrável
2.71 Mb
Download PDF