Cultura e Turismo Famalicão é o epicentro das comemorações dos 400 anos do nascimento de Molière em PortugalEconomia Feira de roupa em segunda mão anima a PraçaMobilidade O Voltas está de volta!Cultura e Turismo Palácio da Igreja Velha torna-se Imóvel de Interesse MunicipalReabilitação Urbana Câmara promove sessão de esclarecimento sobre concessão de espaços na Estação RodoviáriaEducação Biblioteca de Famalicão vence prémio nacional de Boas Práticas em Bibliotecas Públicas MunicipaisCâmara O nó do acesso à A7 de Vermoim/Seide está prestes a ser desatadoCultura e Turismo Famalicão recua seis mil anos na história para refletir sobre o futuro da paisagem do territórioCâmara Reunião do Executivo Municipal esta quinta-feira, dia 13 de janeiroSaúde Disponibilizado acesso ao Centro de Saúde de Famalicão para transporte de utentes de mobilidade reduzidaAmbiente Perturbações na Recolha de Resíduos Sólidos UrbanosCâmara Famalicão vai crescer para NorteCultura e Turismo A Casa das Artes em JaneiroCultura e Turismo Programar em Rede com candidaturas abertasCultura e Turismo Álvaro Costa é o novo Chef residente da Cozinha experimental da PraçaEducação Candidaturas abertas para o Prémio de História Alberto SampaioMobilidade Transporte público rodoviário de Famalicão mantém-se com mesmos percursos, horários e tarifas em 2022Câmara Primeiro Boletim Municipal do mandato no arranque do novo anoSolidariedade Famalicenses oferecem solidariedade para que “seja Natal todos os dias”
O SEU LUGAR

Residentes / Cultura
Rede de Museus

Museu de Cerâmica Artística

Fundação Castro Alves
Rua Comendador Castro Alves - N. 391
4765-053 Bairro - V.N. Famalicão

T: 252 931 053
E: fundacao@fundacaocastroalves.org

Horário
Terça - Sexta:
10h00 - 12h00
14h00 - 17h00

Sábado (com marcação):
15h00 - 18h00

Encerra ao fim de semana e feriados

Entrada Livre

Fundação Castro Alves, instituída pelo Comendador Manuel Castro Alves, tem a sua génese no antigo Centro de Arte e Cultura Popular de São Pedro de Bairro. As suas atividades encontram-se centradas em três valências: Escola de Música (1971), Escola/Oficina de Cerâmica Artística (1979) e Museu de Cerâmica Artística, que foi inaugurado em 1987.
O edifício do Museu e o seu projeto museológico são da autoria do Arquiteto Fernando Lanhas. Um projeto inovador para a época, mas ainda hoje considerado um espaço museológico de referência pelo seu forte cariz pedagógico.
O Museu está intimamente ligado ao funcionamento da Escola/Oficina de Cerâmica Artística, sendo o seu acervo constituído por milhares de exemplares de peças executadas por jovens que tiveram como grandes impulsionadores e professores os pintores Júlio Resende e Francisco Laranjo, o oleiro Fernando Sousa e o arquiteto Fernando Lanhas.
Mais do que um simples museu, este é um lugar onde a cultura popular está presente em todas as peças exibidas.

Missão
Promover e divulgar a cerâmica artística representativa da identidade da Escola de Cerâmica, enquanto espaço de inspiração e criatividade humana, aberto à partilha e à promoção do conhecimento para a valorização artística.

Objetivos
1. Aprofundar e disseminar o conhecimento, processos e técnicas de cerâmica artística, representativa da Escola de Cerâmica;
2. Implementar e avaliar, de forma contínua e adequada, políticas e procedimentos de gestão das coleções;
3. Despertar e alicerçar no público o gosto pela arte cerâmica, promovendo conexões com a sua coleção, através de estratégias interpretativas, e contribuindo para uma economia criativa cultural;
4. Valorizar o Museu de Cerâmica Artística enquanto rosto da comunidade local de artistas;
5. Proporcionar aos visitantes acesso ao museu e às suas coleções, através de estratégias digitais.

Palavras inspiradoras
Inclusão – Expressão – Inspiração – Criatividade – Valorização




Exposição Permanente

Vasos, jarros, travessas e pratos, serviços de chá, café, presépios, figuras populares, pequenos conjuntos escultóricos.
Saiba mais sobre o Museu de Cerâmica
Visite o website