Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
Educação e Cultura e Turismo
Tributo a José de Azevedo e Menezes decorre na Câmara Municipal a que presidiu nos finais do século XIX
    12-09-2019
    No próximo dia 21 de setembro, pelas 15h30, na sala da Assembleia Municipal da Câmara de Vila Nova de Famalicão, vai ter lugar o lançamento do 2.º volume da Correspondência de José de Azevedo e Menezes, o escritor e genealogista famalicense, senhor da Casa do Vinhal.

    A obra abarca os temas da política, cultura e cidadania versados nas cartas endereçadas a José de Azevedo e Menezes entre 1872 e 1927. Este volume, editado pela Húmus, com o apoio editorial da Câmara Municipal, vem juntar-se à Correspondência de José de Azevedo e Menezes (1878-1933): Camilo Homenageado, cumprindo-se, assim, mais uma etapa do projecto editorial do Arquivo Municipal Alberto Sampaio de publicação da correspondência deste ilustre famalicense.

    O livro Correspondência de José de Azevedo e Menezes (1872-1927): Política, Cultura e Cidadania, com introdução, leitura e notas de Emília Nóvoa Faria e prefácio de Luís Ferraz, embaixador de Portugal no Reino da Arábia Saudita, reúne trezentas e doze cartas escritas por cento e três remetentes, entre os quais se encontram nomes de influentes personalidades da época, como Bernardo Correia de Melo (conde de Arnoso), Eugénio de Castro, Francisco de Aguilar (conde de Samodães), Gonçalo Sousa e Menezes (conde de Bertiandos), Gonçalves Crespo, Hintze Ribeiro, Jacinto Cândido, João Franco, Júlio Brandão, Lino Neto, Luís de Magalhães, Martins Sarmento, Oliveira Martins, Pinho Leal e Santos Viegas.

    O “lugar especial na memória colectiva de Vila Nova de Famalicão” ocupado por José de Azevedo e Menezes, como destaca o Presidente da Câmara, Paulo Cunha, é o resultado do seu desempenho “social, cultural e político de grande relevância no nosso concelho”. É também, como refere Luís Ferraz no prefácio que assina, resultado dessa “admirável inquietação intelectual” que lhe permitia reflectir “sobre o seu tempo e a realidade social e económica, buscando soluções para o atraso geral e para as dificuldades das populações […], contrariando a tese radical do proprietário ocioso”.

    Dos muitos factos e acontecimentos relatados nas cartas trazidas agora a público, na sua maioria enriquecidas com interessantes notas à margem, redigidas a partir de notícias da imprensa local e nacional da época e/ou de outros documentos, é de salientar o Plano Geral de Melhoramentos no Concelho de Vila Nova de Famalicão, apresentado por José de Azevedo e Menezes, em Maio de 1896, no início do seu mandato como Presidente da Câmara. Este notável documento, transcrito integralmente no final deste segundo volume da correspondência, permite aquilatar da craveira intelectual e política do seu autor, posta em destaque por Jerónimo Pimentel ao classificar o plano como “um compêndio da administração, não só da administração local, mas da administração geral”. Sobre o homem que o arquitectou, redigiu e se propôs implementá-lo, ninguém melhor que José da Cunha Sampaio, ilustre advogado vimaranense, soube expressar o quanto lhe agradou a sua leitura: “encheu[-me] de satisfação, por ver que há nesse concelho um homem que estuda, que pensa e que se dedica desinteressadamente ao bem da sua terra”. Com este e outros legados, José de Azevedo e Menezes deixou, ao longo da sua vida, uma marca indelével na história da comunidade deste concelho.
    Receber Notícias
 
 
Subscrever RSS  
 
Enviar por email  
 
Imprimir  
297 leituras
Cultura e Turismo
    Feira Grande de S. Miguel revive tradições ancestrais e promove produtos da terra
    19-09-2019
    ver mais »
    Mão Morta estreiam filme-concerto em Famalicão
    17-09-2019
    ver mais »
    Francesinha é rainha dos Dias à Mesa
    16-09-2019
    ver mais »
    Projeto Aldeias em Festa reúne em palco “músicos” dos 9 aos 90 anos de idade
    16-09-2019
    ver mais »
    Dona Maria Beer Fest realiza-se de 19 a 22 com muita animação
    16-09-2019
    ver mais »
    Tributo a José de Azevedo e Menezes decorre na Câmara Municipal a que presidiu nos finais do século XIX
    12-09-2019
    ver mais »
    Joaquim Loureiro lança livro sobre “O Estado Totalitário”
    12-09-2019
    ver mais »
    Teatro, dança, música e muitas outras atividades invadem ruas sem carros
    11-09-2019
    ver mais »
    Festival Internacional de Órgão regressa em outubro a Famalicão
    11-09-2019
    ver mais »
    Renascimento do Teatro Narciso Ferreira traz dinamismo e centralidade a Riba de Ave
    10-09-2019
    ver mais »
    Feira de Artesanato e Gastronomia repete marca dos 200 mil visitantes
    09-09-2019
    ver mais »
    Dias à Mesa regressam a dobrar com Francesinha e Vegetariano
    03-09-2019
    ver mais »
    Mais de 30 mil pessoas nos primeiros três dias da Feira de Artesanato e Gastronomia
    02-09-2019
    ver mais »
    Biblioteca de Famalicão integra programa europeu de bibliotecas públicas
    27-08-2019
    ver mais »
    Famalicão reúne jovens músicos do concelho em estágio de orquestra jovem
    27-08-2019
    ver mais »
    Germinal traz a Famalicão mais de 40 propostas para debater a criação artística
    26-08-2019
    ver mais »
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse