Pesquisar
 
 
 
 
Alterar tamanho do texto
“Novas ecologias do saber num mundo em Transição” em debate
04-06-2019
O Município de Vila Nova de Famalicão, em colaboração com a Associação Famalicão em Transição, a Federação Concelhia das Associações de Pais de Famalicão e o Centro de Formação de Associação de Escolas de Vila Nova de Famalicão, organizam o II Ciclo de Conferências em Educação: “Novas Ecologias do Saber num mundo em Transição”, com Nuno da Silva, no próximo dia 27 de junho, às 21h00, no auditório da CESPU.

A participação é gratuita, mas a inscrição é obrigatória. Passa-se certificado de participação a quem pretender. Inscrições online: https://forms.gle/sDADxG16saGyCf868

Vivemos num mundo em rápida mudança, cada vez mais complexo e volátil, onde coabitam desigualdades absurdas (até o final de 2016, oito pessoas possuíam a mesma riqueza que 3,6 bilhões de pessoas), um sentimento crescente de insegurança e imprevisibilidade, e uma progressiva desconexão a vários níveis: a) uns com os outros e a consequente degradação de práticas comunitárias; b) com a natureza, resultando na continua destruição dos ecossistemas e, c) em nós próprios afastando-nos do nosso potencial, impedidos de partilhar os nossos dons com o mundo. Coletivamente, insistimos em reproduzir soluções que não satisfazem a maior parte das pessoas, nem beneficiam o planeta.

Ao mesmo tempo, assistimos a uma crescente onda de transformações profundas de consciência, de formas de viver e de colaborar, um pouco por todo o mundo, que oferecem esperança que o mundo mais belo que os nossos corações sabem ser possível, é de facto possível. No cerne desta grande transição para um novo paradigma de sociedade, está a educação. É por isso fundamental entramos em diálogos geradores com mentes e corações abertos, de forma a podermos re-imaginar novas ecologias de aprendizagem que melhor sirvam o espírito do nosso tempo.

Esta é uma oportunidade para todos participarem num diálogo gerador que convida a construir uma escola para o Século XXI.

Nuno da Silva é um Economista "recuperado”. Um explorador de práticas emergentes para abordar problemas complexos em ambientes incertos e voláteis. Diz quem o conhece que Nuno da Silva desenha, facilita e ensina abordagens colaborativas, participativas e experienciais para aprender tanto quanto desaprender. Como um explorador de práticas incorporadas para lidar com processos vivos, combina diversas práticas com o objetivo de contribuir para uma Regeneração Ecológica e Cultural.

No passado, desenhou e dirigiu cursos de formação, experiências educativas e processos colaborativos para várias organizações e instituições internacionais, como o Centro Europeu para a Interdependência Global e Solidariedade, a Fundação Ásia Europa, o Fórum Europeu da Juventude, o Fórum Latino-americano de Juventude, o Conselho Nacional de Juventude, entre outros. Trabalhou durante quatro anos com o Banco Mundial e o Ministério da Educação de Timor-Leste em Programas de Educação de Adultos e Ensino Recorrente. Atualmente, é Gestor Operacional da quinta CO Project em Tomar, é curador na The Emergence Network, co-criador do RIPPLES of the New eXperiment, catalisador da comunidade de Art of Hosting em Portugal, membro fundador da FESCOOP - a primeira cooperativa de finanças éticas em Portugal, formador do hub Português da Rede de Transição e colaborador da Rede Global de Transição, membro da Bolsa de Formadores da Plataforma Portuguesa de ONGDs e da Bolsa de Formadores do Conselho da Europa e catalisador do grupo Europeu e Global da Prática Social Reflexiva da Proteus Initiative.

Nuno da Silva gosta de construir pontes entre ideias, práticas, lugares, pessoas, os centros e as periferias e tem experimentado trabalhar sem uma categoria profissional.
    Receber Notícias
 
 
Imprimir  
1591 leituras
 
|<   <<   1  2  3  4  5  6  7   >>   >|
 
 
TOPO
 
   
  Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão © copyright 2019 | handmade by brainhouse